EM ALGUM LUGAR DO PASSADO Houve um tempo em que eu acreditei que precisava de lantejoulas para brilhar. Mas o tempo (...

Publicado por Maria Da Penha Boselli em Quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019
Publicado por Boselli / cronicas/poesias/reflexões em Quarta-feira, 24 de abril de 2019
Meu Diário
31/03/2016 23h20
BRINQUEDO NOVO

    (ABSTINÊNCIA FORÇADA)

Meu iphone travou quando aceitei atualizar a pedido da Apple.

Pediram a primeira senha,da primeira configuração,do primeiro dono,do ano que foi comprado.Acontece que esse aparelho foi do meu genro,que foi da minha filha,que foi da minha neta,que veio parar nas minhas mãos.E que foi comprado ha mais de cinco anos atras.
Hora...ninguém tinha nota de compra guardada e muito menos a primeira senha usada na configuração do aparelho quando foi comprado.
Minha filha tentou de tudo.Meu genro tentou o impossível. Eu liguei no suporte da Apple e falei com mundos e fundos.Quá...num diantô nada.
Fiquei isolada do mundo e desconectada de filhos e netos por quatro dias,numa abstinencia forçada que quase me levou á loucura.
Videos no you tube prometendo ressuscitar senhas antigas ( vimos todos).Nenhum deles funcionou comigo.
Tenho certeza que muitos usuarios passam pela mesma situação.Esse esquema de segurança bolado pela Apple trouxe muito aborrecimento.
Enfim cansamos de tentativas inuteis. Minhas filhas se reuniram,confabularam e decidiram antecipar meu aniversário e dia das mães,numa cajadada só.

Hoje me deram um brinquedinho novo,todo branquinho mas com meu chip antigo.Achei ótimo porque recuperei aplicativos,fotos etc...
To aqui que nem criança,com o brinquedo novo nas mãos.
O outro era preto,parecia um morcegão.Esse é branquinho leve e fofo como um pedaço de isopor.Amei !

                                                                                               Maat / 2016


Publicado por Maria da Penha Boselli em 31/03/2016 às 23h20
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
29/03/2016 17h29
EXTRAINDO DENTES

  Foram dois de uma só vez.Estavam meio moles,quase pendurados no osso do maxilar.
Passei toda minha vida ( desde a adolescencia ) cuidando desses molares superiores .Uma hora era cárie,depois canal,depois raiz exposta,despois desgaste da massa óssea.

Enfim descansaram.Não havia mais o que fazer.
Sou extremamente ansiosa e nervosa.Levei Nádia ( minha faxineira ) comigo para fazer o precedimento odontológico.A presença dela na salinha ao lado me deixou mais segura e tranquila.
Os dentes me foram mostrados num guardanapo de papel.Saíram fácil.Olhei-os e agradeci,pelo imenso serviço que prestaram a mim durante tantos anos da vida.Mesmo porque,na minha visão espiritualista, são mais que dentes,são um conjunto sistemico de elétrons que vibram com ener
gia minha.E que continuarão vibrando em algum lugar do universo,carregando consigo a minha mansidão e a minha paz.
Agora estou aqui,com a bochecha torta e formigando.A gengiva pulsando numa dor contínua mas suportável.
Tudo passa...tudo passará.Vão-se os dentes,mas fica a possibilade de - num futuro próximo - fazer um implante caprichado.

                                                    Maat / 2016

                                                                                
 


Publicado por Maria da Penha Boselli em 29/03/2016 às 17h29
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
28/03/2016 17h27
A TARDE E A FLOR

  Fiquei feliz hoje.Minha filha deixou minha netinha de doze anos passar a tarde comigo.Vem buscá-la só a noite.
Explico: a dentista que colocou aparelho na boca de minha neta fica aqui no meu bairro Vila Mariana.Portanto,todas as vezes que for necessário ajustar o aparelho,minha filha deix
a minha neta flor comigo,vai trabalhar e só volta para buscá-la a noite.
As energias da casa mudaram de maneira sublime e angelical.Meninas nessa idade flor,tem o dom de atrair Anjos para o ambiente em que estão.A tarde está sendo como um passeio em jardim florido e perfumado.
Sou grata ao universo pelo presente inesperado e pela tarde abençoada com minha neta flor.

                              
                             heart  Maat / 2016
 


Publicado por Maria da Penha Boselli em 28/03/2016 às 17h27
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
27/03/2016 21h56
TRES DIAS DE SOLIDÃO

  NÀO MUDEI MINHA ROTINA EM NADA.
Fiz minhas refeições nos horarios de sempre.Rezei com a mesma disciplina de sempre,cozinhei minha própria comida,caminhei no domingo de manhã como sempre.
De madrugada levantei para aquele xixizinho básico das tres e meia,bebi água da cabeceira e tornei a dormir.
A inse
gurança do primeiro dia sózinha,foi se dissipando aos poucos, principalmente depois de ter enfrentado temporal e queda de energia elétrica,numa boa ( sem xilique e sem medo )
Tres dias de solidão,tres noites tranquilas,tres dias de paz e de alegria por me sentir vencedora de mim mesma.
Tres dias que marcam o fim de um ciclo na minha vida,como a fenix que renasce da própria cinza.
Tres dias inesqueciveis de solidão bem vinda.
                                             
          Maat / 2016

 


Publicado por Maria da Penha Boselli em 27/03/2016 às 21h56
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
27/03/2016 11h50
DOMINGO DE PASCOA

DOMINGO DE PÁSCOA  ( 27 / 03 / 2016 )

  Não fui á missa,mas tenho hora marcada para fazer minhas orações e rezar o terço. Sou meia esquisita e não gosto de nada que envolve gente,boiada,multidão.Prefiro fazer tudo sózinha e,de preferencia,em silencio.Rezo na minha casa mesmo.Isso não desvaloriza nem desmerece a Paixão de Cristo.Mesmo porque,quem morá lá nos cafundó do sertão,também está orando sózinho.
Mas n
esse domingo,depois de caminhar, resolvi passar no mercado aqui ao lado para pegar um ovo de chocolate para cada filho. Apesar da promoção achei o preço um absurdo.Sorte que o gerente estava tão desesperado em negociar,que comprei tres ovos e ganhei ( será que ganhei mesmo? ) uma barra grande de chocolate meio amargo e dois coelhinhos de chocolate ao leite dentro de uma caixinha de papelão toda enfeitada.
Voltei para casa satisfeita.Quando meus filhos chegare
m de viagem amanhã,vão ganhar ovos de Páscoa como qualquer criança.Não faz mal que já ultrapassaram a barreira dos trinta. Eles ainda podem comer bastante chocolate.Já eu...

  contato@penhacronicasboselli.com           heartMaat / 2016
                                                                                                           

 


Publicado por Maria da Penha Boselli em 27/03/2016 às 11h50
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Página 11 de 26 « 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 » [«anterior] [próxima»]