Meu Diário
26/12/2015 21h52
A VOLTA

( pós Natal )

Voces podem não acreditar,mas hoje ( 26 de dezembro,pós Natal ) estou aqui em Sampa tomando canja quente ( bem quente ) com um copo de vinho para me recuperar dos efeitos colaterais do clima quente e abafado de Taquaritinga.
Antecipei minha volta de Taquaritinga para Sampa hoje  ( que é sábado) justamente para fugir do transito intenso amanhã,que é domingo. Mas na verdade,eu quis fugir do clima  (quente,abafado e sufocante ) que fez nesses dias de Natal lá pras bandas do interior.
Eu e meus filhos voltamos de Taquaritinga,com a garganta raspando,nariz escorrendo e corpo querendo avisar de um certo mal estar que poderá virar gripe.
Foi tanto ventilador no quarto,sol quente,banho frio,ar condicionado,no carro,janela escancarada de madrugada com vento nas costas que deu no que deu.
Mal esvaziamos o porta malas do carro,e minha filha já foi pro mercadinho aqui perto buscar os ingredientes mágicos para a poção regeneradora.
Graças ao bom Deus, Sampa está com clima ameno e refrescante.

A canja caiu como luva no estomago. Imediatamente pude sentir os efeitos de um resfriado promissor,ir embora. O vinho nos deixou bastante relaxados e prontos para uma boa noite de sono.
Misericórdia...Não consigo mais me sentir bem na cidade que nasci,cresci e fui criada.O calor sufocante me oprime,não consigo nem sair na rua.Fico contando os dias para vir embora para Sampa e dormir feliz com a brisa fresca e suave que entra pela janela do meu quarto no terceiro andar.  E o que é melhor : sem medo de cabeças espiando pela janela, e sem medo de perder a privacidade.

                                                                                               Maat / 2015

 


Publicado por Maria da Penha Boselli em 26/12/2015 às 21h52
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
25/12/2015 20h33
FINALMENTE CHOVEU

( INJUSTIÇA )

Não sei por que,a chuva sempre cái abundante em Jaboticabal,e rala e curta em Taquaritinga.
Varias vezes que estive em
Taquaritinga vi o céu preto e nublado lá pras bandas de Jaboticabal,com muito cheiro de chuva e terra molhada no ar. Era evidente que a chuva desabava em Jaboticabal,enquanto em Taquaritinga,poucas gotas caíam até o chão. Muitas vezes nem caíam,e o temporal passava por cima da cidade,indo despencar em outro lugar.
Comecei a ficar enciumada,achando que São Pedro estava dando mais proteção aos jaboticabalenses,do que aos
taquaritinguenses.Ou que a fé do povo de lá talvez seja mais forte que a fé da gente aqui...? Será ?Fato é que as vezes podemos sentir até o cheiro e o barulho da chuva caindo farta em Jaboticabal,enquanto aqui,nem uma gota sequer. Injustiça. São Pedro podia reservar ao menos o finzinho do balde para Taquaritinga,né ?

A não ser que o Santo ache que, pelo fato de Taquaritinga ter poucas árvores,não haja necessidade de regar a cidade com frequência e de forma abundante.
Porém...hoje,25 de dezembro de 2015,foi diferente. A chuva demorou lá pras bandas de Jaboticabal,mas finalmente caiu. Acho que São Pedro reconsiderou sua postura e mandou para Taquaritinga um belo e molhado presente de Natal.

                                                               Maat / 2015
  
                                                                                     
 


Publicado por Maria da Penha Boselli em 25/12/2015 às 20h33
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
23/12/2015 21h30
SEM CORAGEM PARA GASTAR

 

( o clima não colabora )

Taquaritinga está bonita e toda iluminada para o Natal.O comércio permanece aberto também durante a noite,atraindo fregueses em busca de presentes para amigos,familiares etc... As ruas próximas foram fechadas, para facilitar que as pessoas circulem a pé de um lado para o outro,pesquisando preços e fazendo compras.Mas...cade coragem de sair a pé para essa empreitada ?
De dia um calor insuportável de quarenta graus.Nem pensar ! Derreto toda em suor, só de espiar a rua pela janela. E agora a noite,nenhuma brisa,nemhum ventinho leve e refrescante,que me dê coragem e ânimo para bater perna na rua, borboleteando de loja em loja.

To aqui,inerte,sem coragem de sair para gastar.Até as renas de papai Noel devem estar suando em bicas com esse calor. Naum dá não...melhor tomar um banho frio e ficar deitada quietinha,fingindo de morta para não derreter.
Papai Noel que me perdoe,mas com esse clima quente e sufocante,não dá pra sair a pé gastando em compras não !
Melhor comprar pela internet ( com arzinho condicionado na sala ) e aguardar o correio entregar no portão.

                                                                                    Maat / 2015
 


Publicado por Maria da Penha Boselli em 23/12/2015 às 21h30
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
21/12/2015 00h29
Viu ?

A RESPONSABILIDADE DA PALAVRA ESCRITA DEVE PASSAR POR TRES PORTEIRAS : DISCERNIMENTO,SABEDORIA E  INTENÇÃO.

Mesmo assim devemos ficar atentos,porque algumas porteiras vem acompanhadas de mata burros.

                                                  Maat / 2015


Publicado por Maria da Penha Boselli em 21/12/2015 às 00h29
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
18/12/2015 23h25
DIA DE TEMPERO

DIA DE TEMPERO  

Dia de fazer tempero,também é dia de purificação.
Descasco cebolas chorando que nem criança. Os olhos ficam limpinhos,brilhando.
Descasco a cabeça de alho grão por grão e fico tão impregnada com a catinga que espanto qualquer obsessor do astral.Nenhum espirito impuro ousa se aproximar de mim.

Depois que tudo está bem batido no liquidificador,jogo sal com as mãos e toda energia impura é transmutada ( os cristais de sal emanam raios ultra violetas )
Consegui dois potes de temperos.

Chorei,fiquei fedida,polvilhada de sal,porém limpinha,limpinha (no físico,astral e espiritual)

                                           Maat / 2015
 

 



 


Publicado por Maria da Penha Boselli em 18/12/2015 às 23h25
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Página 19 de 24 « 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 » [«anterior] [próxima»]