Publicado por Boselli / cronicas/poesias/reflexões em Quarta-feira, 24 de abril de 2019
Textos


EMBAIXO DA PONTE      ( O QUARTO )

Sonhei que minha cama estava flutuando na água,e sendo conduzida pela minha mente,até o lago do Ibiraquera. Deitada na cama,mentalmente conectada ao astral,teletransportei minha cama e alguns móveis do meu quarto,para debaixo da ponte do lago,lá no Parque Ibiraquera.
Eu sempre senti compaixão de homens e mulheres de rua que moram embaixo de pontes e viadutos. Acho que no fundo da minha alma,eu sempre quis resgatar essa experiência,já vivida em vidas passadas,só que em padrão melhor,mais sofisticado. A escolha dessa ponte não foi consciente. Foi um resgate da alma. Foi tanta penúria em outra vida,tanta ponte fedida e tosca ( tipo rio Tâmisa na época em que a cólera imperava em Londres ) que nessa encarnação meu espirito buscou uma ponte mais bonitinha,cheia de verde ao redor e patinhos nadando felizes.
Acordei feliz e molhada.
Acho que fiz xixi na cama,enquanto dormia sonhando com tanta água.
Pode ? kkkkkk
                                        
              Maat 2015
 
Maria da Penha Boselli
Enviado por Maria da Penha Boselli em 18/12/2015
Alterado em 18/12/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários