Publicado por Boselli / cronicas/poesias/reflexões em Quarta-feira, 24 de abril de 2019
Textos


MEDO DA CHUVA

Resolvi encarar dois quarteirões a pé até o supermercado Sondas.Quase voltei na metade do caminho.O sol me queimava os ombros e o rosto como forno assando pudim.
Percebi as pessoas agitadas na rua,andando rápido e fazendo suas compras de maneira acelerada no mercado.Óbvio que era o medo da chuva. Por que ela vem.Com hora marcada ou sem hora marcada ela vem.E com ela raios, trovões,bueiro entupido,enxurrada e todo tipo de transtorno para quem estiver fora de casa ou do trabalho.
As chuvas de verão trazem medo.Principalmente de raios e arvores que caem pela cidade inteira apavorando todo mundo.A gente leva cada susto! Cruz Credo !
Impressionante como o pessoal corre pra resolver tudo antes da chuva.Eu também. Corri até a lotérica do mercado e fiz minha fezinha na mega sena antes da chuva cair.Vai que né ?Sei que São Pedro não tem nada com isso...pero...antes que a chuva caia...


Maria da Penha Boselli* / 2018
Maria da Penha Boselli
Enviado por Maria da Penha Boselli em 16/01/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários