Publicado por Boselli / cronicas/poesias/reflexões em Quarta-feira, 24 de abril de 2019
Textos

PICA PAU


DE VEZ ENQUANTO ALGUM PÁSSARO DIFERENTE APARECE AQUI NAS ARVORES DO MEU PRÉDIO.NÃO SEI SE ELES VEM DO PARQUE IBIRAPUERA,MAS É PROVÁVEL QUE SIM.
Já vi de tudo,até pavão.
Hoje apareceu um pica pau.Escutei toc toc toc,olhei pela janela da sala e lá estava ele no tronco da árvore a três metros de mim.Corpinho carijó e topete amarelo que nem gema de ovo. Uma graça. Estava se deliciando com farta refeição de larvas e insetos escondidos no meio do tronco.Fiquei observando a ave e me lembrei de quando meu pai apareceu em Taquaritinga ( depois de uma viagem ) com um pica pau de tecido aveludado e penas artificiais, que tinha ventosas no pé e subia pela geladeira fazendo toc toc toc.Era um brinquedo que imitava direitinho o pica pau e a gente tinha que dar corda pra ele se movimentar e subir pela geladeira.
Eu era muito pequena e guardo a cena daquela tarde bem nítida na memória,mas não sei dizer que fim levou esse brinquedo ,nem quanto tempo durou.
O pica pau de verdade aqui no prédio,só levantou voo quando estava de pança cheia e satisfeito.
Cenas assim são um presente pra gente como eu que vive enfiada no apartamento.
Vamos ver amanhã que tipo de ave virá nos visitar.


Maria da Penha Boselli* /2019
Maria da Penha Boselli
Enviado por Maria da Penha Boselli em 30/01/2019
Alterado em 30/01/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários