Publicado por Boselli / cronicas/poesias/reflexões em Quarta-feira, 24 de abril de 2019
Textos

TEP TEP TEP
Acordei de madrugada,com tep tep tep no vidro da janela.Como a janela do meu quarto dá pra rua,tive a sensação de que era gente batendo na veneziana. Acordei assustada e o coração imediatamente disparou, remetendo meu emocional a uma desagradável situação semelhante no passado. Imediatamente,uma sensação avassaladora de ansiedade e medo,tomou conta de mim.
Fui transportada instantaneamente,no tempo,para uma situação triste e angustiante,que começou com um tep tep tep na janela,de madrugada. No entanto, quando me dei conta que o passado não tem volta,e que os tempos são outros,respirei aliviada e feliz,sabendo que não havia motivo de preocupação.
Para meu encanto e deleite,era apenas o galho de uma arvore aqui na calçada,bem em frente o meu quarto de dormir. Uma árvore linda,cheia de flores e que abriga ninhos de pomba rola.
O ramo florido em tom rosa,balançava suavemente com a brisa fresca da madrugada,e roçava em tep tep tep na janela.
Háá...que alívio,que mansidão. O mesmo som que um dia me tirou o sono,e trouxe aflição para minha alma,agora é música de ninar para meus ouvidos.
Respirei profundamente agradecida,fechei os olhos, e dormi como dormem os anjos no céu : em paz.
                                                                                                                                               *PenhaBoselli* / Maat 2014
                                                                                                        
Maria da Penha Boselli
Enviado por Maria da Penha Boselli em 04/10/2015


Comentários