Publicado por Boselli / cronicas/poesias/reflexões em Quarta-feira, 24 de abril de 2019
Textos

CHOREI LARGADO
Já que a tarde estava com horas livres,resolvi colocar em dia o meu pote caseiro de tempero : cebola+alho+sal ( tudo batido no liquidificador )
Comecei descascando as cebolas ( dez ao todo para render uma boa quantidade de tempero ) ou pelo menos durar uns quatro meses. Comecei o procedimento de descascar as cebolas,feliz,mas não sabia que ia chorar tanto.
Olha... eu não tenho tanto pecado assim,para chorar o que eu chorei. Imagina se tivesse...
Chorei chorado,chorei molhado,chorei largado. Chorei lágrimas que escorriam ardidas pelo rosto.
Quanto a minha alma eu não sei,mas os meus dois zoinhos estão limpinhos,desinfetados e purificados. Acho até que a miopia melhorou.
Para cada gota de lagrima que caia no rosto eu recitava o mantra :
- Senhor,purificai-me !Que minha alma também seja lavada... Quem sabe...né ?
Obtive tres potes médios de tempero.Tá de bom tamanho.Agora fico tranquila por um bom tempo.
Duro mesmo vai ser tirar esse cheiro de alho e cebola que se apossou de mim ( do meu cabelo,mãos,unhas,roupa...tudim ) Vou ter que tomar um belo banho,recitando um mantra,tipo :
- Sái desse corpo que não te pertence ! Sái desse corpo que não te pertence !
há há há há há !
  ..............................PenhaBosell*i / maat 2015
Maria da Penha Boselli
Enviado por Maria da Penha Boselli em 12/10/2015


Comentários