Publicado por Boselli / cronicas/poesias/reflexões em Quarta-feira, 24 de abril de 2019
Textos

A ESPERA
Na paz profunda não existe espera. Não é preciso esperar nada nem ninguém quando estamos em paz. Esperar tem a ver com aflição,angustia,incerteza e dúvida. Quando o coração está tranquilo,a alma não espera nada nem ninguém. Mas o contrário disso nos atormenta : a mãe que espera o filho, a mulher que espera o marido,a criança que espera o pai, o necessitado que espera o emprego,o doente que espera a cura, e assim vai…
Sómente quando a solução chega,voltamos a sorrir com tranquilidade,e recuperamos nossa paz interna.
Esperar é horrível,é angustiante e nos deixa cansados e tensos. Deveríamos desenvolver confiança e fé inabalável para superar os momentos de espera,e viver a vida, como se a espera não existisse. Os budistas dizem que todo estado de espera gera ansiedade,porque estamos apegados a alguma coisa. O apego cria expectativa que traz a espera,que traz ansiedade e que gera um desequilíbrio emocional crescente como bola de neve.A espera nos faz impotentes,porque nada podemos fazer,a não ser esperar.
E agora ? Roer as unhas não adianta, é auto mutilação.Podemos contar até mil,fazer respiração meditativa,focar a mente em alguma coisa muito boa, ou simplesmente mergulhar de cabeça naqueles joguinhos viciantes tipo candy crush ou qualquer outro game semelhante.O importante é desanuviar o peso da espera.Dissipar esse tempo de angustia. Cada um sabe qual técnica funciona melhor para si. O importante é esperar em paz. Que paradoxo…
...........................................................PenhaBosell*i/maat 2015
                                                                                  

                                                                                                  
Maria da Penha Boselli
Enviado por Maria da Penha Boselli em 23/10/2015
Alterado em 23/10/2015


Comentários