Publicado por Boselli / cronicas/poesias/reflexões em Quarta-feira, 24 de abril de 2019
Textos

COM A ALMA SUFOCADA

Estou sem ar,sem respirar,sem leveza,sem vida. Minha alma está sufocada por uma montanha de papéis,recibos,folhas de pagamentos e comprovantes de renda. Isso não combina comigo. Sinto-me como se estivesse sendo privada de exercer o dom da minha alma : criar. E para criar,eu preciso estar bem. Preciso estar calma e em harmonia,em paz comigo mesma.
Essa burocracia que me pegou de surpresa,e me obriga a ficar afastada dos meus textos,das minhas fotos, e das minhas crônicas, é um castigo insuportável. Fico zanzando pelo apartamento que nem barata tonta,com pastas e documentos nas mãos,sem saber para onde ir ou o que fazer.A alma truncada se angustia,entra em colapso emocional e fica a beira do caos.Tento manter a cabeça fria e fico dizendo a mim mesma ( o tempo todo ) que as coisas vão dar certo.O problema é que não consigo manter a calma em situações cuja solução não depende de mim.
Burocracia absurda…descalabro.
Intrincado,obscuro e emaranhado imposto de renda. Perdemos tanto tempo com papéis,notas,cópias,recibos…o que tem isso a ver com a vida ? A vida verdadeira que pulsa em nós e no universo ? Minha alma sabe do que gosto. Sabe também que eu tenho alergia a papéis,cifras,numeros,datas recibos,ou qualquer burocracia da terceira dimensão.
Invoquei a Tríplice Aliança Espiritual : Arcanjo Miguel ,Nossa Senhora Desatadora dos Nós e Santa Edwirges,mas não tem jeito não. Vou ter que encarar o Posto da Receita Federal na rua Augusta mais uma vez,encarar o transito na Paulista mais uma vez e encarar aquela fila de espera insuportável,mais uma vez.


........................................................*PenhaBoselli* maat / 2015
Maria da Penha Boselli
Enviado por Maria da Penha Boselli em 04/11/2015
Alterado em 15/11/2015


Comentários