Publicado por Boselli / cronicas/poesias/reflexões em Quarta-feira, 24 de abril de 2019
Textos

ARRISCANDO A SORTE

  Subi a pé com chuva e tudo até a lotérica mais próxima.Desanimei quando vi o tamanho da fila.Meia hora de espera,no mínimo.Voltei pra casa determinada a pegar o carro e procurar outra lotérica.Com certeza também estaria cheia.Megasena acumulada,loto fácil acumulada,a situação estava irresistível para quem gosta de jogar,e eu ( como milhares de pessoas ) achei que valia a pena arriscar.
   Na outra lotérica,fila de novo,se bem que menor.Aguentei firme…a vontade de ganhar na loteria era bem maior que minha paciencia.
  - A senhora não quer levar também um bolão da casa? disse a moça me cutucando a ambição.Derepente…né?
  - Levo sim minha filha,dá um aí.Vai que né…
    Olhei para o vidro transparente que me separava da vendedora, e vi fileiras enormes de bilhetes pendurados.Fiquei tentada.
  - Moça…me dá esse bilhete aqui com final um.
  - Leva dois minha senhora,é só dois reais o pedaço.
  - Tá bom…então me dá. Vai que…né.Mas que bicho é?
  - Avestruz minha senhora.
  - Avestruz sou eu.Tem tudo a ver comigo.Ha anos que vivo com a cabeça enfiada no buraco. Vou levar. Pode me dar dois pedaços.
    A moça achou graça,mas como boa vendedora arrematou:
  - Senhora…leva também o predador da avestruz. Vai que…né.
  - Será ? ponderei surpresa. E quem é o predador da avestruz ?
  - Pode ser o tigre…o urso…o leão…Leva um de cada.
    Espertinha a moça né ? Querendo se aproveitar da minha voraz vontade de ganhar na loteria.
  - Vamos fazer o seguinte mocinha … Voce me dá um predador de cada e também um bilhete da zebra. Vai que dá zebra né ?
  - Zebra não tem no jogo da federal senhora. Zebra é na loteria esportiva,que por sinal,também está acumulada.
  -Sério ? Então vou pro fim da fila. Quero jogar na loteria esportiva também.
   Quando finalmente chegou minha vez de ser atendida de novo,eu estava com uma pilha de jogos e bilhetes nas mãos.Como a esperança é a última que morre,paguei todos os jogos, e voltei para o carro feliz que nem criança quando sabe que o dia do aniversário está próximo.
   Agora é aguardar. Quem sabe,né ? Vai que...né ?


.........................................................*PenhaBoselli* / maat 2015
Maria da Penha Boselli
Enviado por Maria da Penha Boselli em 05/11/2015
Alterado em 14/11/2015


Comentários